Berinjelas na varanda

Eduardo Pegurier
25.11.2010

foto: Jared Braiterman

Mais um dia de guerra no Rio de Janeiro, de onde escrevo esse post. Então, para espairecer, pelo menos um pouco, fui à Tóquio, quer dizer, para o ótimo Tokyo Green Space (Espaços verdes de Tóquio), blog do antropólogo Jared Braiterman, que vive lá e explora cada cantinho interessante, produtivo e aprazível da cidade.

Descobri que ele planta berinjelas na varanda do seu apartamento. Jared me contou como fez:

— Hi Eduardo, comprei mudas de vegetais diferentes, umas sacolas de lona muito legais como recipientes e raspas de côco orgânico para solo. Plantei-as, reguei… fui cuidadoso com elas. Estou cultivando entre 50 e 100 plantas na minha pequena varanda que pega sol do sul. É um processo de tentativa e erro. Não consegui cultivar milho nesse local, mas berinjelas, pepinos e ervas foram fáceis e divertidas de produzir.

Obrigado, Jared. Sua horta animou meu dia.



Tags: ,




Tóquio: investigando microespaços verdes

Eduardo Pegurier
20.10.2010

Tóquio pode ser considerada a maior cidade do mundo. O munícipio em si tem 12,8 milhões de habitantes, mas a região metropolitana chega a 37 milhões, população de um país de médio porte, o equivalente a mais de duas Holandas. Lá se instalou Jared Braiterman, antropólogo formado na Universidade de Stanford, que viaja o mundo trabalhando como consultor. Além de pesquisador convidado da Universidade agrícola de Tóquio, ele também é autor do blog Tokyo Green Space (Espaço verde de Tóquio). Nele, percorre e descreve a cidade com os olhos voltados para todo o pequeno verde que a humaniza.

Flor vermelha que cresceu entre duas paredes - foto: Jared Braiterman

Seu site catologa microespaços, como parques de bolso, árvores frutíferas cultivadas nas mais inesperadas situações (veja foto no texto seguinte), bonsais, cortinas e paredes vivas, construções sustentáveis e/ou que mantenham hortas urbanas; além de hábitos, mecanismos e regras que tornem a cidade mais humana. Ler seus posts faz o leitor, sem sair da poltrona,  conhecer Tóquio pelos olhos de quem aprecia sutilezas e vê o pequeno dentro do grande. Diversão garantida para uma tarde inteira.

Cortina verde gigante em um prédio do bairro de Suginami, Tóquio - foto: James Lambiasi



Tags: