Seminário debate como combater mudanças climáticas em SP

Luana Caires
29.06.2011

O evento encerra a série de intervenções urbanas do programa "Clima e Consumo", Ilustração: Idec

A gente se esquece, mas o cidadão comum também está envolvido com as mudanças climáticas. Além de sermos direta ou indiretamente afetados por elas, somos nós os maiores responsáveis pelo aumento da emissão de gases estufa na atmosfera, seja pela utilização de combustíveis fósseis, pela queima e desmatamento das árvores, pela má administração dos nossos resíduos ou até mesmo por consumir produtos de empresas que pouco se importam com práticas ambientais sustentáveis. Para discutir melhor esse tema aplicado à realidade paulistana, o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) e o Vitae Civilis realizam, dia 07 de julho, das 9h às 12h30, o seminário “Mudanças climáticas e consumo em São Paulo”, com Apoio do FEMA (Fundo Especial do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) e da UMAPAZ (Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz).

O objetivo do seminário é debater sobre as alternativas concretas para o combate às mudanças de clima e para tornar a capital paulista mais sustentável. Estarão presentes, entre outros convidados, Eduardo Jorge Martins Alves Sobrinho, secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente, e Helena Magozo, diretora do FEMA. Além disso, o professor Oswaldo Massambani, membro do Comitê Municipal de Mudança do Clima e Ecoeconomia, apresentará as diretrizes para o Plano de Ação da Cidade de São Paulo para Mitigação e Adaptação às Mudanças Climáticas.

O evento encerra a série de intervenções urbanas do programa “Clima e Consumo em São Paulo“, projeto com o intuito de sensibilizar o consumidor para a relação entre o seu padrão de consumo e o clima, pressionar empresas por mudanças nos processos de produção e dialogar com governos para que adotem políticas públicas que ampliem o combate ao desmatamento e que façam valer o respeito ao direito de informação do consumidor. “As mudanças climáticas já estão afetando a vida na cidade, especialmente o cotidiano das populações mais vulneráveis. Por isso, é urgente que governos, empresas e consumidores dialoguem e assumam suas responsabilidades na transformação dos atuais padrões de produção e consumo”, explica Adriana Charoux, pesquisadora do Idec.

Para participar do seminário, faça sua inscrição gratuita clicando aqui. Mas seja rápido porque as vagas são limitadas!

 

Serviço:

Data: 07 de julho de 2011 (quinta-feira)

Horário: 9h00 às 12h30

Local: Auditório Umapaz (Av. IV Centenário, 1268 – Portão 7A, Parque Ibirapuera, São Paulo, SP)

 

Leia também:

Consumo consciente não é prioridade

– Consumo Colaborativo, solução para a ociosidade

– 15 dicas para um consumo mais sustentável

 



Tags: ,

2 respostas para “Seminário debate como combater mudanças climáticas em SP”

  1. Juno disse:

    Interessante um evento como esse acontecer em cidades como São Paulo, capital de um estado que se destaca como referencia em desenvolvimento, justamente por que produz e consome muito.
    Suponho que será om desafio formidável conciliar a ideia de reduzir a poluição e o desmatamento sem comprometer as conquistas economicas obtidas em atividades que foram (e ainda são) as principais geradoras dos problemas que se propôe combater.
    As mudanças climáticas afetam a vida nas cidades, no campo, e em qualquer lugar nesse planeta. Todos somos vulneráveis aos efeitos da poluição. Porem, aqueles que dispôem de mais recursos mitigam o problema consumindo outros produtos que geram mais poluição e mais lixo em suas cadeias produtivas, e por aí vai se fechando esse circulo vicioso.
    Boa sorte! Se conseguirem sucesso em S. Paulo que, como já disse, é referencia, não será tão dificil no "resto" do Brasil.

Deixe uma resposta para Juno Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.