Ocorrência de salmonela é menor em frangos orgânicos

Luana Caires
07.04.2011

A salmonela, comum no intestino da galinha, pode contaminar o ovo e a carcaça do animal, foto: StevenW

Um estudo realizado pelo Center for Food Safety da Universidade da Georgia apontou que frangos convencionais são mais suscetíveis à salmonela do que os orgânicos. Enquanto 38,8% das aves tradicionais carregavam a bactéria, o mesmo ocorria com apenas 5,6% das orgânicas. E o pior: 39,7% das salmonelas encontradas no frango comum apresentaram resistência a seis antibióticos diferentes, o que não ocorreu com as dos orgânicos.

Os pesquisadores analisaram animais de abate de uma mesma empresa da Carolina do Norte e apontaram que esse resultado tem a ver com a maneira como os frangos são criados. Se os convencionais podem ser presos em gaiolas, os orgânicos devem ser mantidos em um ambiente semelhante ao seu habitat natural – com acesso a espaços externos,  ar fresco e luz do sol, de acordo com o regimento da National Sustainable Agriculture Information Service dos Estados Unidos (ATTRA). O código também proíbe a utilização de antibióticos e outras drogas, o que obriga o criador a diminuir o número de frangos mantidos em um mesmo ambiente para evitar o aparecimento de doenças. Em granjas normais, cada animal costuma ter cerca de 0,05 metros quadrados de espaço, já na maioria das orgânicas, cada frango tem, em média, pelo menos 0,14 metros quadrados. Além disso, o ATTRA também proíbe que subprodutos do abate animal sejam misturados na ração das aves.

A intoxicação alimentar por salmonela é uma das mais frequentes e é um desafio para a saúde pública. Essa bactéria é comum no intestino da galinha e pode causar a contaminação da membrana que envolve a gema durante a formação do ovo e, dependendo das condições em que o animal for criado, pode contaminar também a carcaça do animal. Levantamentos em diferentes países têm mostrado que 30 a 50% das carcaças de frangos congelados ou resfriados estão contaminadas por salmonela. No Brasil, os índices variam de 9,15 a 86,7%.

Para evitar esse tipo de intoxicação, coma apenas ovos e carnes de frango bem cozidos. Tome cuidado com alimentos preparados com ovos crus, como maionese caseira, sorvete caseiro, molho holandês ou tiramissu, e lave bem as mãos e os utensílios de cozinha depois de lidar com carnes não cozidas.



Tags: ,

2 respostas para “Ocorrência de salmonela é menor em frangos orgânicos”

  1. Marcelo Bastos disse:

    Cara Luana, bom dia. Sou engenheiro agrônomo e essa notícia veio derrubar um paradigma da criação de frangos e aves de postura. No nosso meio sempre ouvimos que criação orgânica gera alimentos mais "sujos" que a tradicional. Agora sabemos, graças a pesquisa do instituto norte-americano que é o contrário. Compro alimentos orgânicos e me agradou muito ver essa notícia. É muito importante que essa notícia chegue ao meio rural. Parabéns.

  2. Luana Caires disse:

    Olá, Marcelo. Fico feliz que a notícia tenha lhe agradado. Mais uma vez, muito obrigada pela visita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.