Fim de semana de praia e sujeira

Eduardo Pegurier
30.01.2011

Hoje é domingo e o dia está ensolarado na maior parte do país. É dia de praia, lazer gratuito, agregador, saudável. Um dos favoritos do brasileiro, regularmente oferecido por gentileza da mãe natureza. Nosso litoral é generoso, mas a retribuição não fica a altura. Depois da cerveja, do papo, do vôlei e da pelada, do banho de mar; quando o pessoal vai para casa costuma deixar toneladas de lixo para trás. É ao mesmo tempo uma vergonha e um custo para as cidades litorâneas.

No Rio de Janeiro, toda a semana a prefeitura retira 537 toneladas de sujeira ao longo de 50 km de orla, ou 10,7 toneladas de lixo a cada quilômetro de praia. Isso ocupa 180 homens trabalhando cerca de 7 horas por dia. Todo esse esforço poderia ser liberado para fins mais nobres se melhorássemos de atitude. A cidade é bem provida de lixeiras, mas ninguém se digna a caminhar até os contêineres laranja-cheguei e despejar seu lixo lá. Ele fica de presente, na areia mesmo.

No Réveillon, maior festa do ano, essa quantidade chega a 610 toneladas em um só dia, mobilizando 3.800 trabalhadores e 300 veículos. Destas, 295 toneladas são removidas só em Copacabana. Isso quer dizer que, na noite da virada, a “princesinha do mar” aturou 73,8 toneladas em cada um dos seus 4 quilômetros de extensão. O vídeo abaixo mostra a beleza e a feiura. A maior comemoração do gênero no mundo, quando os fogos acabam, requer a maior operação de limpeza do planeta.

Uma pena que uma coisa exija a outra. O brasileiro que é limpo em casa, deveria o ser também na rua.
 


 



Tags: ,

3 respostas para “Fim de semana de praia e sujeira”

  1. José Augusto. disse:

    Gente,tenho viajado pelo nosso Brasil,faço minhas caminhas diarias onde eu estiver,e noto que hoje não caminho cinco metros,repito,cinco metros!,sem encontrar algum tipo de lixo!
    Se não for feita uma campanha nacional chamando a atenção para este grande problema,o Brasil vai virar uma grande lata de lixo a ceu aberto!,e não vai demorar muito.

  2. Clara disse:

    Que pena, eu adorei o Rio de Janeiro! Fui no ano pasado quando morei no Brasil e achei um lugar muito legal! Fiquei apaixonada pelo Brasil, tem muita coisa boa para fazer 🙂
    Saudades do Brasil!
    Clara
    Hoteis Rio de Janeiro

  3. Roberto disse:

    A coleta de lixo nas praias , beira uma piada. Aos 58 anos e tendo frequentado bastante varias praias da outrora "Cidade Maravilhosa" ,só posso dizer que a coisa piorou. Costumo correr no fim da tarde ou noite na areia da praia, na Barra. Tratores da Comlurb poluindo o ar, garis recolhendo mal, sem luvas, o lixo depositado na areia e deixando para trás uma grande parte da- quilo que a população, mal educada, lá deposita.Se a coleta fosse bem feita passaria de 1000 ton./ semana. Moradores do bairro levando seus cães para dar uma voltinha e eventualmente fazer suas necessidades no local ,sem o menor respeito. A praia da Barra já é uma lixeira a céu aberto. Esta semana, após correr e voltando para casa em minha bicicleta quase fui atropelado por uma motorista que falava ao celular , me encontrava na preferencial. Um senhor ,vendo a cena falou: o brasileiro é o povo mais mal educado do mundo. Estou começando a concordar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.