Feira londrina mostra crescimento da construção sustentável

Gustavo Faleiros
21.03.2011

xx

A Ecobuild é a maior feira de construção sustentável realizada em Londres todos anos . Em sua terceira edição, ocorrida entre os dias 01 e 03 de março, ela atingiu o seu recorde em quantidade de empresas participantes: 1300 expositores. Cerca de 50 mil pessoas passaram no centro de convenções localizado nas docas da capital britânica. Construir ou reformar uma casa de acordo com os preceitos da arquitetura verde tornou-se o sonho de consumo de muita gente. Segundo os organizadores, neste ano, a novidade foi a criação de novas seções voltadas à decoração e ao interior de ambientes. Ou seja, a construção sustentável, inicialmente mais ligada à estrutura dos prédios, está sendo absorvida também pela indústria do design.

A reportagem do ((o))ecocidades teve a oportunidade de visitar a Ecobuild e registrou alguns dos produtos mais interessantes.

 

Painel fotovoltaico da Invetux, foto: Gustavo Faleiros

Painel Fotovoltaíco Invetux — Companhia alemã promete o máximo de produtividade na geração de energia com seus paineis feitos com uma fina camada de células fotovoltaícas. De acordo com as informações disponibilizadas, a placa pode ser utilizada em qualquer orientação e consegue captar energia de um amplo espectro de luz.

 

Equipamento de controle e medição de energia solar Hyundai, foto: Gustavo Faleiros

Controlador e medidor de energia solar Hyundai — Empresa coreana, cuja origem é a mesma da fabricante de carros, está envolvida com alguns dos maiores projetos de geração fotovoltaíca do planeta. Mas também produz módulos unitários que podem ser utilizados em uma residência com necessidade média de 3KW.

 

Painéis solares ultra finos da SkyShades, foto: Gustavo Faleiros

Filme com células fotovoltaícas SkyShades — Essa fina cobertura de celulas fotovoltaicas foi desenhada para ser agregada em lonas e coberturas de peso leve, que normalmente não aguentariam painéis solares convencionais. Segundo o diretor de Marketing, Mark Quigley, a empresa está olhando para oportunidades em estádios de futebol, granjas e barracões.

 

Led com luz mais quente da PhotonStar, foto: Gustavo Faleiros

PhotonStar LED — Empresa britânica está de olho no mercado de decoração e design de interiores. Na foto um modelo de LED, lâmpada mais eficiente que as tradicionais, com variação na gama de cores da luz. O fundador Neil Fuller promete o fim da luz branca e fria das LEDs.

 

Vedete do show, a turbina eólica de Philip Stark, foto: Gustavo Faleiros

TURBINA REVOLUTIONAIR — Este modelo de turbina é um dos produtos-vedete do mercado de energia renováveis. Foi desenhado por Philip Starck, um dos designs mais conceituados da atualidade. Sua principal diferença é que ela pode ser usada em projetos de pequena escala, como casas e escolas . É bem mais leve que as turbinas convencionais e pode ser instalada no teto de pequenos edíficios. Ela é produzida pela empresa PRAMAC, de origem italiana.

 

Coletor de água congelada nas calhas de inverno, foto: Gustavo Faleiros

ISOVER CONFORT HOUSE –Uma das atrações mais disputadas da Ecobuilt foram as chamadas passive houses, ou casas passivas na tradução literal. Elas são moradias projetadas para diminuir o gasto com energia simplesmente sendo mais quentes no inverno e mais frescas no verão. Na foto, um coletor de água congelada nas calhas de inverno

 

Isolamento térmico em um modelo de passive house, foto: Gustavo Faleiros

Na Ecobuild, era possível visitar uma casa sustentável do tipo passiva. No detalhe se vê o solamento térmico entre a parede estrutural e a fachada.

 



Tags: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.