Cone translúcido usa sol para dessalinizar água

Eduardo Pegurier
02.05.2011

Watercone, foto: divulgação

A água cobre 3/4 da superfície do planeta, mas 97% do total disponível é água salgada e outros 2% estão presos em geleiras. Acessar o 1% disponível para consumo humano não é fácil. A pobreza nega a infraestrutura para sanear e abastecer uma população mundial que cresce. Do outro lado, a poluição e o mau uso reduzem a quantidade disponível para consumo.

Às populações sem acesso a água potável, uma alternativa é dessalinizar a água salobra ou impura de oceanos, rios e lagos. Mas a operação é intensiva em uso de energia e, portanto, cara. Assim, um equipamento simples e robusto como o Watercone (ou cone de água) é bem-vindo. Aliás, formas improvisadas do sistema são usadas por exércitos e beduínos do deserto.

Ilustração: Mage Water Management

O Watercone é composto de uma base escura, a qual é sobreposta por um cone de plástico translúcido. Para funcionar, basta colocar a água salobra na base, fechar o engenho e deixar o sol fazer o trabalho. A água da base evapora e vai parar nas paredes do cone. De lá, escorre e se acumular em um receptáculo instalado na borda (veja ilustração). Em lugares ensolarados, o resultado é de um 1,5 litros de água potável por dia, produzida por energia solar totalmente “de grátis”.

O equipamento custa 49 euros (cerca de 115 reais) a unidade, mas há bons descontos para compras no atacado. Ele é leve e fácil de empilhar. E, como mostra o vídeo abaixo, robusto. Por mais que seja amassado, não quebra.


 

 

Leia também: As cisternas do semiárido nordestino

 
 

Via Treehugger



Tags: ,

8 respostas para “Cone translúcido usa sol para dessalinizar água”

  1. Jhol disse:

    Isto em larga escala seria formidável onde a muito sol e pouca agua.Muito interessante mesmo.

  2. Tayla da Silva Sousa disse:

    Processo lento, mais uma ótima e em conta (R$) opção para os lugares de difícil acesso a água doce. Vamos investir "GOVERNO" é muito interessante é SUSTENTABILIDADE EM JOGO.

  3. Romulocso75 disse:

    Se antes, eu já procurava evitar o desperdício, imagine agora sabendo que só temos 1% de água potável. Como sempre uma matéria interessante 😀

  4. Romulocso75 disse:

    Precisamos nos conscientizar com urgência.

  5. Marcelo Bastos disse:

    Caro Eduardo, bom dia.

    Veja no link abaixo o mesmo princípio da destilação numa escala maior.
    http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2011/03/t

  6. D'Ângelo disse:

    Muito bom!. mas 49 euros (cerca de 115 reais) a unidade, é mais um exagero capitalista, ñ acredito que a produção deste cone de plástico custe tanto….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.