Artigos e depoimentos sobre a tragédia na região serrana

Eduardo Pegurier
16.01.2011

Cachorro guarda a cova do dono em Teresópolis, foto: AFP

Entre os bons textos que relatam in loco o que está acontecendo, expressam indignação com o descaso e relatam como outros países lidam melhor com enchentes, eis uma seleção:

Luiza Pinheiro, escritora e moradora de Teresópolis

A cidade se parece com o Haiti pós-terremoto. Nas regiões mais afetadas o cheiro está insuportável. Os corpos chegam em caminhões baú, 60, 80 de uma vez. Ou então levados pelos moradores que ainda têm carro, em pickups, caminhonetes, Fuscas. Não se conseguiu ainda fazer uma contagem oficial — os mortos que foram computados são apenas os que foram reconhecidos.

Pessoas passam boiando pelos rios. Pelas ruas, os corpos estão amontoados, ou sob escombros que máquina nenhuma conseguirá retirar. Começam-se a encontrar pés, braços (…) Leia todo o artigo

 

Marcos Sá Corrêa, jornalista e fotógrafo

Não adianta ameaçá-los com ações contra o Estado ou a administração pública, porque o Estado e a administração pública, na hora de pagar a conta, somos nós, os contribuintes. O remédio é responsabilizar homens públicos como pessoas físicas pelos crimes que cometem contra a vida. Às vezes em série, como acaba de acontecer na Região Serrana do Rio de Janeiro.

O resto é conversa fiada. Ou, pior, papo de verão em voo de helicóptero, que nessas ocasiões poupa às autoridades até o incômodo de sujar os sapatos na lama (…) Leia todo o artigo

 

Agostinho Vieira, jornalista

A falta de “comunicação” e de um plano de emergência fez com que as fortes chuvas na Região Serrana do Rio resultassem em uma tragédia maior do que a ocorrida no estado de Queensland, na Austrália, também submersa recentemente pelas águas. A opinião é de Margareta Wahlström, subsecretária-geral da ONU para a Redução de Riscos de Desastres (…)

No país da Oceania, inundações em três quartos do estado de Queensland haviam provocado pelo menos 13 mortes até a última quarta-feira. Na serra fluminense, o saldo de mortos já passa de 500. Para Wahlström, o Brasil poderia ter evitado mortes se tivesse planos de emergência eficazes. Ela cita como exemplo iniciativas de outros países em desenvolvimento, como a Indonésia, que, “apesar de ser uma nação pobre, tem planos de evacuação diante de ameaças de terremoto e de erupção de vulcão, por exemplo”. “São iniciativas que salvam vidas”, diz ela (…) Leia todo o artigo

 

Fernando Gabeira, jornalista e ex-deputado

Ao olhar o alto do morro, vi o imenso sulco cinzento da areia que deslizou pela montanha, arrastando milhares de pedras. O rio amarelo de uns seis metros de largura antes era o tranquilo Santo Antônio, que cresceu e enlouqueceu com a tempestade, criando mais dois cursos, sepultando a rua e fazendo de margem o asfalto retorcido.

Logo que passei pela igreja católica da Posse, branca e perdida no meio do lamaçal, um homem que descia me disse:

– Para que subir lá? Acabou tudo.

Leia todo o artigo. Veja o seu blog, onde ele continua o relato, agora em Friburgo.

 

Vídeo, Paulo Canhedo, especialista em hidrologia

Ótima entrevista no programa Globo News em Pauta. Ele alerta para utilização imprópria do solo em Teresópolis e afirma que as chuvas que caíram na região serrana foram excepcionais, 30 vezes mais fortes do que as que inundaram São Paulo dias antes. Veja o programa

 

Dicas: foto via The Daily Tail; artigos via Ecoverde e Catalisando

 

* Esse post será atualizado na medida em que nos cheguem outros bons textos



Tags:

Uma resposta para “Artigos e depoimentos sobre a tragédia na região serrana”

  1. muito triste, principalmente o cachorro em frente a cova de seu dono, que Deus possa oferecer conforto a cada vitima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.